QUERO SER SÓCIO

1200 a uma só voz… um trilho extraordinário

Barcelos, 01 de março, 2023

Ledechem BTT Trilho dos Moinhos aconteceu a sul do concelho de Barcelos

A 16.ª edição do Ledechem BTt Trilho dos Moinhos saiu para a rua domingo e contou com a participação de cerca de 1200 betetistas, numa prova que, mais do que a competição, exalta o desportivismo, o companheirismo, o fairplay e a ética desportiva.

A opinião foi unânime. As vozes, a tempos diferentes, pareciam tiradas de um coro que passou os últimos momentos em ensaios. Uns ainda tinham pedalada para mais uns quilómetros. Outros chegavam satisfeitos, no entanto, com o cansaço de mais de 40 km espelhado no rosto. Mas todos, todos mesmo, chegavam à linha da meta com satisfação de quem tinha passado as últimas horas num dos percursos mais bonitos da Ledechem BTT Trilho dos Moinhos.

A edição número 16 de uma das provas mais carismáticas dos Amigos da Montanha aconteceu domingo e juntou cerca de 1200 betetistas. Mas não são apenas estes os números que contam para a estória desta prova, que englobou cerca de 200 voluntários, distribuídos ao longo de 42 km, pensados, desenhados e trilhados a sul do concelho de Barcelos. Cenários incríveis, trilhos bem marcados, paisagens a merecer registos fotográficos e uma boa disposição contagiante ao longo de todo o percurso. Houve até quem oferecesse momentos de descanso à bicicleta nos abastecimentos e aproveitasse para dar um pezinho de dança, bebendo inspiração na boa-disposição dos voluntários, que aproveitavam o sol que brilhava no céu e a música que iam tocando ao fundo.

A 16.ª edição do Ledechem BTT Trilho dos Moinhos contou, ainda, com três abastecimentos, nos quais não faltaram fruta fresca, doces e chocolates, enchidos e espumante, com as colaborações das Frutas do Cávado, Chocolates Avianense, Carnes Landeiro e Garrafeira do Pedro. Mas houve também muito fairplay, entreajuda, ética desportiva e Cartões Brancos. 

Do fairplay à ética, da entreajuda à resiliência
João Lopes, do Ciclo da Ucha, ele que já tinha ajudado uma colega de prova na Maratona BTT 5 Cumes ao emprestar-lhe a bicicleta para que ela conseguisse subir ao mais alto lugar do pódio, voltou a ajudar, domingo, uma companheira de aventura para que também esta conseguisse um pódio no Trilho dos Moinhos. A generosidade de João Lopes valeu-lhe o Cartão Branco, projeto no âmbito do Plano Nacional de Ética no Desporto, que tem por base reconhecer condutas eticamente corretas, desenvolvidas por atletas, treinadores, dirigentes, público e outros agentes desportivos, e ao qual os Amigos da Montanha aderiram recentemente. A João Lopes juntaram-se João Clemente (Bombeiros Voluntários Famalicenses) e Eduardo Mota (Bombeiros Voluntários de Viatodos), que pararam a sua prova para socorrer um betetista acidentado.

Ao palco foi ainda chamado Sérgio Moreira para receber um prémio pela sua resiliência, ele que terminou na posição 476, mas que completou mais 20 km do que os restantes atletas. Cerca de 10 km após a partida, Sérgio Moreira teve um problema num dos pedais da bicicleta. Não desistiu, decidiu regressar, só com um pedal, ao ponto de partida, pedir ajuda e voltar a fazer a prova de novo. 

Que exemplos de desportivismo e resiliência! Exemplos, todos eles, que fazem os Amigos da Montanha continuarem e quererem sempre mais quando o tema é desporto, ambiente, inovação social e lazer.

Classificações
Geral Masculina
1.º Carlos Brito (Brinox – 1h34m48s)
2.º Manuel Correia (Bolflex BTTTeam – 1h36m40s)
3.º José Simões (Lobos Averomar – 1h36m42s)

Geral Feminina
Master A (femininos)
1.ª Marlene Seara (Team Dias Alumínios – 2h07s03)
2.ª Carla Dias (Ind. – 2h11m45s)
3.ª Raquel Cunha (2h13m11s)

Elite Masculino
1.º José Simões (Lobos Averomar – 1h36m42s)
2.º Tiago Costa (BTT Braguinhas – 1h39m01s)
3.º Rúben Machado (Brinox – 1h39m09s)

Elite Feminino 
1.ª Tânia Almeida (BiciBorgas – 3h01m48s)
2.ª Ana Maria Fontes (BiciBorgas – 3h01m49s)
3.ª Alexandra Ferreira (4FunMarco TeamBike – 3h13m40s)

Master A
1.º Marco Correia (Bolflex BTTTeam – 1h36m40s)
2.º Paulo Santos (Olivtec – 1h36m45s)
3.º Carlos Paredes (BTT Braguinhas – 1h39m00s)

Master A (femininos)
1.ª Marlene Seara (Team Dias Alumínios – 2h07s03)
2.ª Carla Dias (Ind. – 2h11m45s)
3.ª Raquel Cunha (2h13m11s)

Master B
1.º Carlos Brito (Brinox – 1h34m48s)
2.º Hernâni Gouveia (Team Dias Alumínios – 2h39m12s)
3.º Sérgio Fernandes (Mouquin/PictoTrukcs – 2h40m51s)

Master C
1.º Vasco Gomes (Olivtec – 1h40m44s)
2.º Marcelino Costa (1h40m44s)
3.º Jorge Ribeiro (1h47m28s)

Master D
1.º Manuel Pinto (Figueiras BTT – 1h56m38s)
2.º José Lopes (BTT Braguinhas – 2h58m40s)
3.º José Oliveira (Joane BTT/Trilhos Bike – 2h00m08s)

Bikes elétricas
1.º Carlos Magalhães (BoavistaFC BTT – 1h30m35s)
2.º José Gonçalves (Gaia Bike BTT – 1h35m02s)
3.º Jorge Silva (EBike-ExtremaTrofa – 1h38m39s)